quarta-feira, 30 de janeiro de 2008

retrato do artista quando jovem

Nestes últimos dias tenho relido o Retrato do Artista Quando Jovem, algo raro na minha curta carreira de leitor compulsivo; contam-se pelos dedos os livros que reli. De entre as centenas de livros que acumulei ao longo dos últimos dez anos, existe quase uma centena em que nunca toquei, a não ser no momento em que os arrumei nas estantes. O que me levaria a acreditar que são os livros que nos escolhem a nós, e não o contrário, se eu acreditasse no destino e em coisas mais obscuras. Vou na página 50, e se digo isto aqui no blog, é apenas porque nada mais tenho que dizer, ou tenho muito para dizer, mas nenhuma vontade. Até já, que o meu amigo Stephen Dedalus está à minha espera... (James Joyce em Português Europeu)

4 comentários:

  1. Perhaps yes, the contrary - for in books especially of old I sense the Author and often must caution when writing of my own not to copy their tone that is still echoing in my ear, liken a Musician’s own masterpiece.

    ResponderEliminar
  2. Boas,

    tem aqui um blogue excelente. gostava muito que se juntasse à "Sociedade de Bloggers" , Blogue das Artes.
    Somos já varias pessoas que têm blogues a escrever no mesmo blogue, o que tem sido fantastico. So procuramos as melhores pessoas... e o seu blogue revela-nos a qualidd de que precisamos.

    www.bloguedasartes.blogspot.com

    mande nos um mail para o endereço la indicado.

    mandaremos convite.


    Tiago Nené

    ResponderEliminar
  3. Olá Tiago, fico muito alegre com o elogio e convite; no entanto, como deves ter reparado pelas últimas entradas no blog, de momento não ando com grande vontade para escrever neste ou noutro blog. entretanto, se quiseres mandar convite, o e-mail é aquele que está no perfil: andrebenjamim[at]gmail.com

    Um grande abraço.

    ResponderEliminar

Deixe o seu comentário. Tentarei responder a todos. Obrigado