domingo, 9 de dezembro de 2007

Sappho

Sappho Édouard-Henri Avril sexuality homosexuality painting Safo pintura
Sappho, de Édouard-Henry Avril - Pintor Francês nascido em Algiers a 21 de Maio de 1843. Além de pintor, foi também ilustrador de Literatura erótica; trabalho que assinava com o pseudónimo Paul Avril. Avril estudou arte em vários salões de Paris; entre 1874 e 1878 frequentou a École des Beaux Arts de Paris. Adoptou o pseudónimo Paul Avril após ter sido escolhido para ilustrar Fortunio, de Théophile Gautier. A sua reputação cresceu e firmou-se rapidamente, tendo sido escolhido para ilustrar muitas obras de Literatura erótica; entre as obras mais conhecidas que Avril ilustrou encontram-se o romance Salammbô, de Gustave Flaubert, e Fanny Hill, de John Cleland. Morreu em 1928 em Le Raincy.

5 comentários:

  1. hi andre..dont understand wht ths post all about..can u explain to me? see u again..very erotic..

    ResponderEliminar
  2. hi waliz. this post and the next two are about Édouard-Henry Avril, a French painter who illustrated erotic literature, such as Salammbô, a novel of Gustave Flaubert. The painting in this post is a representation of Sappho, the Greek poet who written about lesbian love. Sappho lived in a Greek island named Lesbos... The word "lesbian" cames from this island where Sappho lived... Kiss, and see you. hope you understand my explanation. André.

    ResponderEliminar
  3. yeah..now i understand andre..thanks for the lenghty explanations..very interesting story...do visit me often will you..hope to see u more around..kiss frm me..

    ResponderEliminar
  4. Conheço bem as ilustrações de Avril. Os meus pais tinham um velho livro do circulo de Leitores que era um dicionário da sexologia ou coisa parecida. Tantas vezes o desfolhei na adolescência e tinha várias ilustrações do Avril. Uns anitos depois, quando descobri a internet fui logo à procura dele.
    Um abraço.

    ResponderEliminar
  5. o Avril era um grande safadinho! Em pleno século XIX. Entre alguns grupos existia maior abertura de espírito do que aquela que há actualmente em grande parte da sociedade... Ainda falta, mas um dia chegaremos a ser Avrilianos! Aquilo que gosto mais nos seus quadros/ilustrações é a naturalidade que transmitem, muito para além de um olhar simplesmente pornográfico... abraço Special.

    ResponderEliminar

Deixe o seu comentário. Tentarei responder a todos. Obrigado