domingo, 4 de novembro de 2007

O Menino Grande*

Também eu, também eu. joguei às escondidas, fiz baloiços, tive bolas, berlindes, papagaios, automóveis de corda, cavalinhos... Depois cresci, tornei-me do tamanho que hoje tenho; os brinquedos perdi-os, os meus bibes deixaram de servir-me. Mas nem tudo se foi: ficou-me, dos tempos de menino esta alegria ingénua perante as coisas novas e esta vontade de brincar. Vida!, não me venhas roubar o meu tesoiro: não te importes que eu ria, que eu salte como dantes. E se eu riscar os muros ou quebrar algum vidro ralha, ralha comigo, mas de manso... (Eu tinha um bibe azul... Tinha berlindes, tinha bolas, cavalos, papagaios... A minha Mãe ralhava assim como quem beija... E quantas vezes eu, só pra ouvi-la ralhar, parti os vidros da janela e desenhei bonecos na parede...) Vida!, ralha também, ralha, se eu te fizer maldades, mas de manso, como se fosse ainda a minha Mãe... Sebastião da Gama, in. Itinerário Paralelo (lido no blog felizes juntos, na série palavras que nos salvam) - Sebastião da Gama foi dos primeiros poetas de quem li toda a obra, nos primeiros anos de adolescência, na biblioteca da minha escola. Actualmente não tenho nenhum livro dele. Se não estiver equívocado, tinha a obra publicada nas Edições Ática (para mim a melhor editora Portuguesa de sempre - não tivesse sido a primeira a publicar as obras "completas" de Fernando Pessoa - "completa" é um modo de dizer, obviamente...) - saiba mais sobre o autor na internet (Wikipédia). *O título do post é o título do Poema.

6 comentários:

  1. Sabes, já devia ter escrito sobre Os Cadernos Secretos de Sébastian, mas tenho-o evitado. O feedback virá, só aguarda um momento melhor!
    Quanto ao poema (ah, grande Sebastião da Gama), também o podes ler como vindo no seguimento da minha leitura d'Os Cadernos Secretos de Sébastian.

    ResponderEliminar
  2. Então já acabaste a leitura? Ou estás a ler? Abraço.

    ResponderEliminar
  3. Bom dia. Vim só responder à tua pergunta: já li, sim, e já terminei na quarta-feira! Tem me faltado força para falar dos Cadernos... Se hoje tiver tempo; mas não prometo nada! Abraços

    ResponderEliminar
  4. claro, já não te lembras do que escreves?


    (ainda não é hoje :( que tenho testes para fazer e acta para passar a limpo...)

    ResponderEliminar

Deixe o seu comentário. Tentarei responder a todos. Obrigado