domingo, 22 de abril de 2007

thinking blogger

O Papagueno, do blog Bairro do Amor, escolheu-me para a sua lista de thinking bloggers... Quer isto dizer que agora me cabe a mim escolher cinco blogs... Ora aí está algo inesperado que me deixou a pensar.... Agora tenho que escolher cinco blogs... É muito mais fácil ser escolhido, que escolher... Entretanto, aproveito para agradecer o prémio.... Há anos que não ganhava nada!... O último prémio que me lembro de ganhar, foi no quadro de honra do colégio, por ter tudo 4 e/ou 5, nas notas... O que não era nada fácil, porque tinha quase sempre 3, alternadamente, a música ou a educação física... Geralmente porque não conseguia afinar o Dó-Ré-Mi-Fá-Sol-Lá-Si-Dó... Metia dó ouvir-me cantar... Ou porque não conseguia fazer o salto em altura... Sempre gostei de ter os pés bem assentes no chão... Tentem lá meter-me dentro de um avião... O tanas é que metiam!... Voar? Só na imaginação... Se calhar é por isso que sonho tantas vezes que estou a voar... Tenho que reler os meus livros de Freud... Obviamente os livros são dele... Mas são meus porque os comprei. Ora ai está!... Com muitas reticências e tudo... Parece um texto de Louis-Ferdinand Céline... Punheteiro, tímido, intelectual e tudo...! Era o que ele dizia... E isto de ter que escolher cinco thinking bloggers também me parece um pouco punheteiro, tímido, intelectual e tudo... Masturbação intelectual, pois claro!... Que é onde acabam os excessivamente tímidos... Sem mais delongas, aqui fica... Os primeiros cincos que me vieram à cabeça... Que é para não ter que pensar muito... Antes que esturre o meu cérebro...
  1. Macroscópio
  2. Da Literatura
  3. hoje há conquilhas...
  4. In Absentia
  5. Diário Ateísta
Por mim escolhia todos... Mas a atribuição de prémios tem destas coisas!...

3 comentários:

  1. "Punheteiro, tímido, intelectual e tudo", como te compreendo hé hé. Eu sei que escolher mais cinco é o mais dificil, ainda assim obrigado por passares a batata quente. Um abraço.

    ResponderEliminar
  2. Obrigado pela tua nomeação, meu caro homónimo.
    Porém, ao contrário dos já esquecidos Gene Loves Jezebel, que não conseguem pô-la em prática, quebrarei a corrente...
    E só espero que não se abata sobre mim um daqueles cataclismos que este tipo de coisas sói apontar pelo cometimento do pecado.
    Um abraço,
    André

    ResponderEliminar

Deixe o seu comentário. Tentarei responder a todos. Obrigado