segunda-feira, 9 de abril de 2007

o instante

Se duas pessoas que se amam deixam um instante que seja instalar-se entre elas, esse instante cresce - fica um mês, um ano, um século, fica tarde de mais.
JEAN GIRAUDOUX (1882-1944)

3 comentários:

  1. E perde-se a a identidade! A identidade que se identificava no outro e, de repente, se esvane-se! Fica a estranheza... corre o amor sm olhar para trás ond o vazio sorri triunfante! É verdade!...
    ( Veio-me á cabeça Kundera e apeteceu-me dizer algo sobre o que tinhas aqui! )
    Parabéns plo livro, gostei mt!
    Ñ fosse a Rita chegar a casa cm ele, tda orgulhosa, na mão!
    :)

    ResponderEliminar
  2. Olá White Box, obrigado pelo comentário. Beijinhos para ti e para a Rita.

    ResponderEliminar

Deixe o seu comentário. Tentarei responder a todos. Obrigado