quinta-feira, 19 de abril de 2007

excerto de carta, de Franz Kafka a Felice Bauer

Escreve-me apenas uma vez por semana, para que a tua carta chegue ao domingo - pois não consigo resistir às tuas cartas diárias. Sou incapaz de lhes resistir. Por exemplo, respondo a uma das tuas cartas, depois deito-me na cama, numa calma aparente, mas o bater do meu coração ecoa em todo o meu corpo e só tem consciência de ti. Pertenço-te; não há, na verdade, outro modo de o expressar, e não é suficientemente forte. Mas, por essa mesma razão, não quero saber o que trazes vestido; faz-me tanta confusão eu não ser capaz de lidar com a vida...
FRANZ KAFKA (1883-1924)

Sem comentários:

Enviar um comentário

Deixe o seu comentário. Tentarei responder a todos. Obrigado