quarta-feira, 21 de março de 2007

dia mundial da poesia #17

Antre tamanhas mudanças
que cousa terei segura?
Duvidosas esperanças,
tam certa desaventura.

Venham estes desenganos
do meu longo engano e vam
que já o tempo e os annos
outros cuidados me dam.
Já nam sou pera mudanças,
mais quero ua dor segura,
vá crêlas vãas esperanças
que nam sabe o qu'aventura.


BERNARDIM RIBEIRO

Sem comentários:

Enviar um comentário

Deixe o seu comentário. Tentarei responder a todos. Obrigado