quarta-feira, 28 de fevereiro de 2007

rascunho encontrado num caderno abandonado #19

O Amor que tenho e o Amor que não tenho, ambos por igual me prendem. Um porque o tenho, o outro porque o não tenho. Um porque me oprime a sua presença, outro porque me oprime a sua falta.

#1, #2, #3, #4, #5, #6, #7, #8, #9, #10, #11, #12, #13, #14, #15, #16, #17, #18,

2 comentários:

  1. Então não é que fiz um blog? Faça-me o favor de visitar. E, já agora, avise o Rúben e o Bruno.

    www.thunderroad.blogspot.com

    ResponderEliminar
  2. visitarei concerteza; e adicionarei o link à minha barra de links. O Rúben e o Bruno serão avisados assim que volterem de Espanha

    ResponderEliminar

Deixe o seu comentário. Tentarei responder a todos. Obrigado