quarta-feira, 31 de janeiro de 2007

Um jornalista italiano foi ao confessionário, inquirindo diversos padres sobre temas como a eutanásia, a homossexualidade, a reprodução medicamente assistida, o HIV e o preservativo, e o aborto. Os conselhos dos padres são diversos, recomendando, por exemplo, a continuação discreta de casos homossexuais, ou a prática de sexo sem preservativo mesmo sabendo estar infectado pelo HIV. Entretanto, «L'Osservatore romano», classificou como um «ultraje ao sentimento religioso» a reportagem publicada na revista italiana «L'Espresso» com as respostas de sacerdotes a estas falsas confissões. Pois, não será antes um ultraje à sociedade, conselhos como a prática de sexo sem preservativo, mesmo sabendo-se infectado com o HIV?

Sem comentários:

Enviar um comentário

Deixe o seu comentário. Tentarei responder a todos. Obrigado