sábado, 26 de setembro de 2009

COINCIDÊNCIA?


O ortodoxo e ultraconservador Joseph Ratzinger fará tenções de visitar Portugal no próximo ano, aquando das celebrações do 13 de Maio. Joseph Ratzinger é o discípulo de Adolf, eleito representante dos auto-intitulados herdeiros da filosofia de Cristo - fosse Jesus filho de Deus, a história seria outra - como se a filosofia de Cristo fosse pertença de alguém ou de algum grupo - enfim, filosofia que ao longo de séculos tem sido capitalizada (e capitalizada é a palavra mais correcta) para defender - e pior, praticar! - as mais bárbaras das barbaridades - contra a própria filosofia.
O homem que é contra o uso do preservativo, que tudo fez para branquear as violações de crianças por parte de elementos dessa obscura congregação que se dá pelo nome de Igreja Católica, que se manifesta contra o estudo e utilização de técnicas científicas que poderão representar a fertilidade e felicidade de milhões de pessoas, que se manifesta contra as os políticos que legislam a descriminalização do aborto, o acesso ao casamento civil entre pessoas do mesmo sexo, ou o divórcio. O homem que nos seus delírios religiosos está convencido que a Igreja Católica é a única que salva - essa que ao longo de séculos tem condenado com palavras, actos, e omissões - para citar o catecismo dessa mesma Igreja - tantos seres humanos à infelicidade, à tristeza, à morte. Esse homem tenciona visitar Portugal no próximo ano.
Parece que são quatro os países que tenciona visitar, e Portugal é um dos escolhidos - diz-se, na sequência do convite efectuado por Cavaco Silva em 2008 - ou do convite endereçado por José Sócrates em 2005. Tanto tempo para aceitar ou declinar um convite (ou dois)? Ou será porque a Esquerda se prepara para vencer as Eleições Legislativas... e no programa do Bloco de Esquerda e do Partido Socialista está contemplado aquilo que sói chamar-se casamento homossexual?

11 comentários:

  1. Esse tal de papa que nao venha, ele nao e' bem vindo. Os homossexuais, judeus, muculmanos, HIV positivos, industria de preservativos, divorciados, solteiros amancebados e outros grupos por ele odiados nao o querem por ca'. E que nem pense em dormir na casa do Presidente, so' por que ele o convidou. O pais e' laico. Ha quem acredite no Coronel Ratzinger? Tudo bem. Eu acredito num guru indiano cego e coxo que conheci em Goa. Quando ele vier a Portugal de mochila 'as costas e pe' descalco, eu exigo passadeira vermelha para ele!! Quero igualdade

    ResponderEliminar
  2. Assino por baixo.
    Ele não faz cá falta nenhuma!

    ResponderEliminar
  3. É realmente uma incrível coincidência; e será apenas uma das ofensivas de que a Igreja utilizará para pôr o país contra essa lei que o Parlamento irá, estou certo, aprovar nesta legislatura; vai haver o argumento "democrático" do referendo, mesmo toda a gente sabendo, principalmente a Igreja, que num país homofóbico por natureza é completamente impossível num referendo o casamento entre pessoas do mesmo sexo ganhar.
    Ratzinguer, que para mim, católico de formação, nunca será considerado Papa, pois falta-lhe credibilidade para tal, não e bem vindo, muito ao contrário...

    ResponderEliminar
  4. Mais uma pessoa que não o considera bem-vindo cá.
    Não nos podemos esquecer ainda de outra cosia: os media darão todo o destaque à vinda desse homem; televisão, rádios, jornais...ninguém se calará com a visita de um homem cujo nome deverá sempre ser escrito com inicial minúscula.

    ResponderEliminar
  5. Como católico não praticante deveria estar contente com esta possível visita. Mas não estou. De facto, não me revejo mesmo nada nele e, para falar verdade, cada vez me revejo menos em toda a hierarquia da igreja. Para além das posições públicas que ele tem feito, até a figura e o modo como fala me faz impressão...
    Pode não ser de propósito, mas é uma coincidência que deixa muito que pensar...

    ResponderEliminar
  6. Alguem se lembra quando o papa anterior morreu? Tanta lagrima de crocodilo! Impossivel ligar o radio ou ver TV nessa semana.. Tanta honra para um homem que passou a vida a fomentar o preconceito homofobico, a incentivar a indiferenca e nojo dos catolicos perante o drama da SIDA. Foi mais ou menos na altura das ultimas eleicoes legislativas, lembro-me muito bem. Ai que raiva!!!!!!!!!

    ResponderEliminar
  7. Já estou mesmo a ver qual vai ser o discurso dele... a familia... a familia... a familia... e depois vem os casais com os filhos em fila indiana, aqueles casais que nunca pecam nem em sonhos!!! :P
    Enfim!!

    ResponderEliminar
  8. Acho o Papa um fofo, não sei porque ainda não o fizeram em pelúcia.

    ResponderEliminar
  9. Sinceramente, não sei a distinção entre ele e as mais negras figuras do século passado (para não ser tão chocante).

    Não visito Fátima desde que ganhei maturidade suficiente para quantificar a ignorância e hipocrisia do acto. Mas com esta visita é certo e sabido que os meus pezinhos se vão manter bem longe de lá...

    ResponderEliminar
  10. Uff! Obrigado Paulo! Cheguei mesmo a pensar que não fosse! Paranóico... Abraço

    ResponderEliminar

Deixe o seu comentário. Tentarei responder a todos. Obrigado