sábado, 1 de agosto de 2009

rascunho encontrado num caderno abandonado #78*

Talvez passe a escrever os dias antes de eles terem acontecido. Em vez de relatar aqui aquilo que aconteceu, escreverei o que acontecerá. Em vez de serem os dias a fazer as entradas do meu diário, será o meu diário a fazer os dias. Porque não há-de ser assim? Qual dos dois é mais real? Se andam de mãos dadas, porque há-de ser sempre o mesmo a indicar o caminho? Vou começar hoje. Ou talvez amanhã, que hoje estou de folga, e inverter tudo de um dia para o outro é muito trabalhoso. Sim, estou determinado. Em vez de ser eu a escrever o meu diário, vai ser o meu diário a escrever-me a mim. Antes, talvez desista de tudo. Sim, estou cansado. O melhor será abandonar a realidade. Agora, quero esta outra realidade. E quero-a mais real. Isto que ainda não foi, é o que aconteceu, a realidade foi um sonho.


rascunhos anteriores: #1, #2, #3, #4, #5, #6, #7, #8, #9, #10, #11, #12, #13, #14, #15, #16, #17, #18, #19, #20, #21, #22, #23, #24, #25, #26, #27, #28, #29, #30, #31, #32, #33, #34, #35, #36, #37, #38, #39, #40, #41, #42, #43, #44, #45, #46, #47, #48, #49, #50, #51, #52, #53, #54, #55, #56, #57, #58, #59, #60, #61, #62, #63, #64, #65, #66, #67, #68, #69, #70, #71, #72#73, #74, #75, #76, #77,

*Post escrito ao abrigo da erradicação do ponto de exclamação.

2 comentários:

  1. Olá!
    Pois ainda ontem escrevi sobre algo parecido!
    Qual a certeza de que os dias na realidade são mais verdadeiros do que os dias reais que na nossa cabeça são criados?
    Nenhuma.
    O mais real dos inventados pode tornar-se mais real do que tudo o que o é na realidade...
    Vivemos no mundo que queremos, somos livres de o fazer, ainda que aos olhos de todos os outros sejamos apenas loucos.
    Não interessa!
    Reconstrói os teus dias sim, ainda antes de eles escrevem o teu diário, porque não?

    Abraço grande

    ResponderEliminar

Deixe o seu comentário. Tentarei responder a todos. Obrigado