quarta-feira, 29 de julho de 2009

ERRADICAÇÃO DO PONTO DE EXCLAMAÇÃO

agora como é que eu berro como é que dou com o cassetete aos poucos leitores que com a sua estóica paciência aturam a minha paranóia inevitável num tipo que não acredita em coincidências nem têm fé alguma em ser algum superior ou inferior no plano da inteligência ou na relação espacio-temporal relativa à sua pessoa começo a pensar que isto é uma manobra do Francisco José Viegas para que nós os Benfiquistas não celebremos com estrondo e apoteose as vitórias nos campeonatos de pré-época salvaguardando assim também que a hipotética que é certa para nós Benfiquistas vitória no campeonato maior  será morninha ou pelo menos silenciosa como é que eu lhes rebento com os tímpanos aos portistas e sportinguistas e aos leitores deste pasquim visto de outra forma aqui afirmo que erradicar por erradicar erradiquem também os pontos de interrogação que é duma impertinência e petulância irritante virem com perguntas com dúvidas com retórica será possível que cogitem por um segundo que por aqui ou num qualquer lugar haja respostas se houvesse respostas o ponto de exclamação seria o único sinal de pontuação usado arrumávamos todos os outros e as botas e íamos fumar um cigarro ou olhar o horizonte absorto porque tudo isto perderia o sentido último que é não haver sentido nenhum munidos dos nossos afirmativos e esclarecidos pontos de exclamação e para agradar a gregos troianos espanhóis e suíços abolimos também a utilização de qualquer pontuação e até a letra maiúscula no início das frases e dos advérbios de modo terminados em mente e cogitámos abolir os artigos definidos e indefinidos embora fiquemos tentados a terminar com umas singelas e redondinhas reticências

para mais informações e até para aderir a esta iniciativa consulte o Senhor Palomar o Bibliotecário de Babel o irmaolucia para além do já citado A Origem das Espécies

3 comentários:

  1. Só te "dou" um comentário por falares no nosso Benfica, pois textos assim, sem pontos de exclamação são demasiada areia para a minha camioneta...
    Abraço.

    ResponderEliminar
  2. eu vou continuar a usar o ponto de exclamação! não sou jornalista e não estou sujeito ao livro de estilo de um qualquer jornal! tenho direito a marcar os meus pontos, a exclamá-los com certeza absoluta!, direito à minha indignação e ao grito, se for preciso!... continuarei a usar os tres pontos de suspensão também, que francisco jose viegas diz ser um sinal de preguiça, a maior das virtudes filosóficas afinal, isso mesmo para que todos deveriam tender... os pontos de suspensão estão aqui para mostrar que o discurso não tem fim e a exclamação para dizer que há afirmações definitivas, para quem as profere!

    ResponderEliminar

Deixe o seu comentário. Tentarei responder a todos. Obrigado