quarta-feira, 17 de junho de 2009

FUTEBOL: DESPORTO, ARTE, OU RELIGIÃO?!?

Conforme informado pelo Victor Afonso, hoje é dia de tertúlia, no Café Concerto, do Teatro Municipal da Guarda. [Aqui entre nós, o Diego sim, valia 57 vezes o peso em ouro!]

O realizador Emir Kusturica dirigiu o documentário “Maradona” (dia 16 no TMG) sobre o génio do futebol argentino. Com base na vida e carreira deste astro do desporto-rei que inspirou a criação da “Igreja Maradoniana”, esta tertúlia irá tentar dar resposta a várias vertentes do fenómeno do futebol: como é que o futebol se tornou o fenómeno desportivo mais mediático do planeta? Quais as razões para o fanatismo futebolístico e sua relação com sentimentos religiosos? Qual o verdadeiro lugar de Diego Maradona na história do futebol? O que distingue um adepto de um “não adepto”? É o futebol uma arte? Estas e outras perguntas terão resposta na tertúlia “Futebol; desporto, arte ou religião”. A conversa está marcada para a próxima quarta-feira (17 de Junho), às 21h30, no Café Concerto e conta com as participações de Rui Isidro, jornalista e “não adepto”; Rui Nascimento, técnico de desporto da Câmara Municipal da Guarda e treinador de futebol; e Carlos Baía, professor de filosofia e adepto fervoroso do desporto rei.
Trata-se de uma iniciativa organizada pelo Teatro Municipal da Guarda através do seu Serviço Educativo.

2 comentários:

  1. Já gostei mais de futebol, actualmente passa-me um pouco ao lado, a excepção dos elevadíssimos ordenados que se pagam para andarem a correr atrás de uma bola, para não falar dos elevados valores pagos pelas transferências...
    É uma autentica vergonha, e os adeptos também têm a culpa, se ninguém assistisse, não era está escandaleira....

    ResponderEliminar
  2. Eu era um adepto fervoroso, nervoso, e até... chorão... dava-me uma dor de alma ver o meu Benfica perder! [Já me habituei, sofro em silêncio] Abraço

    ResponderEliminar

Deixe o seu comentário. Tentarei responder a todos. Obrigado