sexta-feira, 15 de maio de 2009

DEIXA-ANDAR, AMANHÃ SE VERÁ...



ERA UMA VEZ... 4 Funcionários públicos chamados Toda-a-Gente Alguém, Qualquer-Um e Ninguém.
Havia um trabalho importante para fazer e Toda-a-Gente tinha a certeza que Alguém o faria. Qualquer-Um podia fazê-lo, mas Ninguém o fez. Alguém se zangou porque era um trabalho para Toda-a-Gente. Toda-a-Gente pensou que Qualquer-Um podia tê-lo feito, mas Ninguém constatou que Toda-a-Gente não o faria. No fim, Toda-a-Gente culpou Alguém, quando Ninguém fez o que Qualquer-Um poderia ter feito.
Foi assim que apareceu o Deixa-Andar, um 5º funcionário, para evitar todos estes problemas.


Texto lido no blog do António Godinho.

Imagem Quique Flores, ainda (?) treinador do Benfica, retirada do blog novo Benfica.

6 comentários:

  1. Está soberbo o texto.
    O Quique, nem por isso; "Jesus" nos valha"(???)
    Abraço.

    ResponderEliminar
  2. Está admirável a escolha dos nomes e o "enredo" da historia!!!
    Bom fim-de-semana!!!!

    ResponderEliminar
  3. Olá Pinguim,

    Entre O Quique e o Jesus prefiro o Quique! Pronto, já disse! E querer, queria o Erickson ou o Koeman!

    Abraço

    ResponderEliminar
  4. Olá Tongzhi,
    é uma história muito vulgar e corriqueira que passa os dias a acontecer. O fim-de-semana foi assim-assim, com o meu Benfica a regressar às vitórias e a minha Académica a cilindrar a Naval, he he...

    Abraço

    ResponderEliminar
  5. Olá A..., também achei, embora falte lá a secretária rezingona e o patrão que cofia os bigodes! Abraço

    ResponderEliminar

Deixe o seu comentário. Tentarei responder a todos. Obrigado