quinta-feira, 9 de abril de 2009

CONFISSÃO DE UM ASSASSÍNO*, ups, não era para dizer!...

Odeio a Assírio & Alvim! Odeio! Odeio! Odeio! Porque têm as capas mais originais! Porque o papel tem uma textura que apetece comer! Porque o tamanho e o tipo de letra dá vontade de ler, mesmo que o texto não nos diga nada! Porque se pudesse comprava todos os livros do catálogo! Porque têm os autores que eu mais gosto! Porque às vezes pintam as folhas! Porque as capas têm cores que são inexplicáveis! O Azul nunca é bem apenas Azul! E têm aquele Amarelo Torrado! E o Prateado! E o Dourado! E o Roxo, Violeta, Cor-de-Vinho! E o Laranja, já vos falei do Laranja? O Laranja do Kafka e do Pasolini! E aquele Castanho! Eu já lhe dei um nome! O Castanho-Assírio & Alvim! Ah, e o Turquesa? Digno de uma Marquesa! Não sabem que Castanho é esse?! Hereges!












*Por tudo isto dá-me ganas de matar os tipos da Assírio & Alvim! Portugal não merece uma editora assim! (Um assassino tem que se inspirar noutros assassinos!)

3 comentários:

  1. Olá!!
    Obrigado pelos Parabéns!! :)
    Concordo contigo, “que fazer anos cansa e um gajo acaba por fazer anos por hábito e não por convicção”, concordo inteiramente contigo! :)
    Beijinhos e porta-te mal!! ;)

    ResponderEliminar
  2. Realmente a Assírio & Alvim é mesmo das melhores editoras que conheço e sem dúvida a melhor de poesia... muita qualidade em cada folha de cada livro!

    ResponderEliminar

Deixe o seu comentário. Tentarei responder a todos. Obrigado