sábado, 7 de março de 2009

POR AMOR*

Cantar o Amor é a tarefa mas fácil, mas também a mais difícil, que um Poeta enfrenta. É a mais fácil porque o Amor é, em si mesmo, Poesia. É o tema universal tantas vezes cantado, não apenas em verso, mas também em prosa e em música. Mas é por tudo isto também a mais difícil das missões de um Poeta. Por ser um tema tão explorado, tão sofrido, tão contraditório. É um missão tão agradável, quanto ingrata.
Torquato da Luz canta o Amor nas suas diversas, contraditórias, e paradoxais faces. Através da alegria e da dor, através da luz e da escuridão, através do aconchego e da solidão. Mesmo quando não fala de amor, é de amor que fala. O amor através dos sentidos. É dentro do olhar que principia/ essa penumbra que, expulsando o dia,/ pouco a pouco enevoa tudo em volta/ e onde era luz semeia escuridão. (O Olhar, p. 8) E que penumbra, que manhã é essa, senão o amor, ou a sua ausência, que marca, ritma, e move os nossos dias, o nosso compasso interior?
Esculpidos através do sentidos (a visão, o (con)tacto com o objecto amado), os poemas de Turquato da Luz contém os ensinamentos, avisos e sinais, próprios dos grandes poetas, sem serem pedantes ou moralistas: Decerto pensas: quando se ama,/ não há nada a fazer./ Eu, porém, digo-te: há tudo. (Quando se Ama, p. 23) Porque o Amor é tudo e é nada. Porque por Amor se faz tudo, mesmo quando já nada se pode fazer, e ainda se ama na recordação, na memória, nas lembranças que os sentidos cravam na alma e no corpo, que ainda olha o horizonte. Hei-de lembrar-te ainda, quando o vento/ tiver varrido as folhas da memória/ e nada mais couber na nossa história/ de amor do que o direito ao esquecimento. (Solidão, p. 44)
Uma obra a ler no aconchego dos braços de quem se ama. Ou, na sua ausência, no aconchego das lembranças, quiçá numa tarde quente de Verão, junto ao Cais (p. 48): A sós, no cais, olhando o barco que partia,/ não era de ti que me despedia,/ mas de mim, que nessa hora/ sem acenos me fui embora.

2 comentários:

Deixe o seu comentário. Tentarei responder a todos. Obrigado