segunda-feira, 2 de março de 2009

DE PROFUNDIS - OSCAR WILDE (II)*

Mas nós que vivemos na prisão, e em cujas vidas o único acontecimento é a tristeza, temos de medir o tempo pelas palpitações da dor e pela recordação dos momentos amargos. Nada mais temos em que pensar. O sofrimento - se bem que te possa parecer estranho - é o motivo pelo qual existimos, porque é o único meio pelo qual nos tornamos conscientes da existência. E a recordação  do sofrimento no passado é-nos necessária como garantia, como testemunho, da continuidade da nossa entidade. Entre mim e a recordação da alegria existe um fosso não menos profundo do que o existente entre mim e a própria alegria em toda a sua actualidade. Se a nossa vida em conjunto tivesse sido aquilo que o mundo imaginava, uma simples vida de prazer, devassidão e riso, eu não seria capaz de me lembrar de uma única passagem dela. Porque foi cheia de momentos e dias trágicos, amargos, sinistros nos seus avisos, insípidos ou terríveis nas suas cenas monótonas ou violências inesperadas, eu posso ver ou ouvir cada incidente pormenorizadamente.

Oscar Wilde, in De Profundis.

*E quem nunca teve um(a) Douglas na sua vida?

6 comentários:

  1. É uma pergunta pertinente, sim senhor...
    Abraço.

    ResponderEliminar
  2. Caro André,tenho acompanhado sempre e tornei-me um fã de seu blogue.A comunidade blogueira
    do Brasil,tem um prêmio chamado Dardos,que é a dado a blogues que se destacam na web.Bom ,eu acabo de recebe-lo e o repasso a você(e a 9 outros blogues que acredito serem de destaque).Por favor ,vá a meu blogue e veja- http://minhaliteraturaagora.blogspot.com
    um abraço do james(blog do leivão)

    ResponderEliminar
  3. Tu nao sabes a pérola que adquiriste. Todo o pequeno livro é uma imensa carta de sabedoria. Nao se consegue fazer citaçoes. Mas continua. É todo tao bom..

    Abraço

    ResponderEliminar
  4. Olá Pinguim... E felizes daqueles que superam os Douglas que houve nas suas vidas! Abraço.

    ResponderEliminar
  5. olá James, obrigado uma vez mais. Abraço.

    ResponderEliminar
  6. Olá Daniel, sei a pérola que adquiri, porque já o havia lido. Mas eu gosto de ter para mim... Abraço

    ResponderEliminar

Deixe o seu comentário. Tentarei responder a todos. Obrigado