sexta-feira, 9 de janeiro de 2009

SÃO 19HORAS E EU ESTOU PRESO NO TRABALHO!

São 19 horas e eu estou preso no trabalho; em cerca de 3 horas acomulou-se uma camada de 10 centimetros... Aquilo que começou com euforia e adultos a comportarem-se como crianças da escola pré-primária está a tornar-se num pesadelo. As fotos são de um colega meu, algures na zona de Mirandela. Eram 13 horas e ainda não tinha começado a nevar aqui..., na cidade mais alta, onde ontem à noite estavam 8 graus negativos. Não me recordo de um nevão assim há 12 anos. E o último grande nevão de que tenho lembrança foi no longinquo ano de 1991, em que estive quinze dias consecutivos sem aulas.



Outros tempos em que a neve vinha todos os Dezembros, em que não havia semana que não nevasse, ainda que fosse apenas um dia por semana. Agora, ver acumular-se um manto tão espesso de neve em tão pouco tempo provoca-me esta terna, e ao mesmo tempo dolorosa, nostalgia de outros tempos, de quando era menino e o futuro tinha um sorriso todas as manhãs, e os sonhos eram imagens que permaneciam segundos na retina, como se estivessem ali à minha mão e a qualquer momento os pudesse agarrar. Enfim, depois veio a adolescência e a idade adulta, e com elas o aquecimento global.

12 comentários:

  1. Acomulou-se?
    Valha-nos isso... enquanto não acumular, estamos safo!!!


    :))))

    ResponderEliminar
  2. Apetecia-me recitar de novo o primeiro poema que li (por obrigação, para uma récita escolar) e que todos conhecemos mais ou menos; obrigado Augusto Gil!.
    Abraço.

    ResponderEliminar
  3. Por aqui o cenário foi o mesmo! E foi tão bom... =)



    Stay Well

    ResponderEliminar
  4. quando era miúdo, também costumava apanhar neve, pelo menos uma vez por ano... não sei se foi o aquecimento global ou se foi só ter-me mudado para o litoral, mas há imenso tempo que não vejo nevar. tenho saudades desse frio branco.

    abraço

    ResponderEliminar
  5. Essa nostalgia, penso que será sentida por muitas pessoas hoje em dia...afinal o desenvolvimento não veio só com coisas boas :s

    Seja lá como for, recordar o passado é bom...há quem não tenha memórias disso. Eu vivi na Covilhã durante três anos e sinto que o tempo veio comigo para lisboa eh eh eh, sempre dá para não sentir tantas saudades de regrassar à "Cova da Beira"

    Beijos

    ResponderEliminar
  6. olá margarida, perdoa-lhe, é da dislexia ;-) beijinho

    ResponderEliminar
  7. e vinha mesmo a condizer! pelas condições meteorológicas e por o Augusto Gil ser aqui da Guarda ;-) Abraço

    ResponderEliminar
  8. olá Nelson, parece que só mesmo os Lisboetas tiveram um desilusão...! Abraço

    ResponderEliminar
  9. Que inveja Foxx; por muito que goste da neve; e por mais bela que ela seja, prefiro o Verão! Abraço desde este lado do Atlântico

    ResponderEliminar
  10. Olá Paulo, não deve ter sido apenas por teres mudado para o Litoral, mas concerteza que isso deu uma grande ajuda ;-) Perdeste a neve, mas ganhaste a areia, e eu prefiro esta segunda... Abraço

    ResponderEliminar
  11. Olá Borboleta, pois quando regressares à Cova da Beira, ainda que de passagem, avisa - podemos sempre tomar um café! Bjs

    ResponderEliminar

Deixe o seu comentário. Tentarei responder a todos. Obrigado