sábado, 24 de janeiro de 2009

AMIGOS PERDIDOS*

Os amigos levados pela vida
são os mais difíceis de aplacar, os mais
tiranos. Bárbaros de um país desconhecido,
bebem à taça os venenos do silêncio e crescem
desmedidamente na distância, desentendidos
da nossa solidão. E pensar que já fomos
irmãos de armas, que desenterrámos tesouros
nas mesmas ilhas, nos livros
mais inóspitos. Como são as coisas.
Terá sido tudo em vão? Dir-se-ia
que estávamos predestinados às mesmas
canções, a uma espécie mais certa de amor.
Pois sim. Nem sequer compreendemos
o que nos aconteceu.


*Poema de Rui Pires Cabral, lido no blog O Melhor Amigo.

Só perdi um amigo na vida. Não pensem já que sou um tipo cheio de sorte, então. Amigo foi sempre a palavra mais cara do meu dicionário íntimo e pessoal. De valor incalculável como a Mona Lisa do Leonardo Da Vinci.

8 comentários:

  1. Lindo poema...e diz tudo!
    Eu também sou assim, os dedos de uma mão contam-se os meus amigos. E não tenho pena nenhuma. Estou farta de levar pontapés e chega a pontos que mais vale só que mal acompanhado...já dizia o outro. Um bom domingo. Beijinho.

    ResponderEliminar
  2. 'Amigo' é um privilégio do qual poucos se podem gabar de o ser :)

    Bj,
    (i)

    ResponderEliminar
  3. Tens um selo para ti no meu blog.

    Abraço.

    ResponderEliminar
  4. olá estrela, tem dias, como sói dizer-se... eu até gosto de más companhias! o importante é não deixar-mos que o coração dê ás más companhias a importância que a razão muito bem sabe que não será retribuída... beijo {claro que em termos teóricos, falar é fácil; porém, quem anda à chuva... constipa-se!}

    ResponderEliminar
  5. Olá Inês, amigo é algo muito raro, infelizmente. é a vida...? talvez não... não sei...

    ResponderEliminar
  6. olá Pinto, já vi, como podes reparar pelo post acima! hehe! Abraço

    ResponderEliminar
  7. Amigos, daqueles que são AMIGOS mesmo, são muito poucos, o que não signifique que não sinta amizade pelos outros...
    E desses já perdi um, que tristeza, meu Deus...
    Abraço.

    ResponderEliminar
  8. Amigos, desses que são mesmo amigos (ou que pelo menos nós amamos como tal) custa toda uma vida a superá-los; um apenas é mais que aquilo que estamos preparados para suportar. Como entendo essa tristeza... Abraço solidário amigo Pinguim

    ResponderEliminar

Deixe o seu comentário. Tentarei responder a todos. Obrigado