sexta-feira, 13 de junho de 2008

SEXTA-FEIRA, 13*

Se hás-de ser o que choras Ter que ser, não o chores. Se toda a mole imensa Do mundo ser-te-á noite, Aproveita este breve Dia, e sem choro ou cura Goza-o, contente por viveres O pouco que te é dado.
Ricardo Reis, in. Poesia (p. 149, edição da Assírio & Alvim) - Celebra-se hoje o 120º aniversário do nascimento de Fernando António Nogueira Pessoa. O Público anda há uns dias a anunciar a publicação para hoje de um inédito de Alberto Caeiro - talvez um que foi "encontrado" na Casa Fernando Pessoa aquando da digitalização da biblioteca do poeta - irei logo de manhã a comprar o jornal - há vícios mais fortes que nós... quase como superstições, o que vem mesmo a calhar, nesta sexta-feira, 13. Já sabem como funciona, quem por aqui passar e for embora sem comentar, muitas lágrimas há-de chorar... Para aquel@s que não sabem, não é por acaso que o segundo nome do Fernando é António... Bom feriado, para quem tem feriado... [a imagem veio daqui]

1 comentário:

  1. Vou deixar uma palavrita, para que não me caia a tua praga!
    Abraço

    ResponderEliminar

Deixe o seu comentário. Tentarei responder a todos. Obrigado