quinta-feira, 15 de maio de 2008

FICA LÁ COM OS PRINCÍPIOS, QUE EU PREFIRO OS MEIOS E OS FINS.

O casamento estável entre um homem e uma mulher é um dos "princípios não negociáveis" para uma "correcta convivência civil e cristã", defendeu hoje o cardeal Saraiva Martins no Santuário de Fátima. Perante milhares de peregrinos, na celebração principal da peregrinação de Maio, D. Saraiva Martins apontou vários valores essenciais, tendo destacado o "matrimónio como união estável e fiel de um homem e de uma mulher e não de qualquer outro modo". Eu até comentava, mas considero que nem vale a pena; a coisa que mais me surpreende no clero, e noutro sofistas do mesmo género, é o seu querer fazerem-se passar por gente com inteligência, dotados de um cérebro que pensa, raciocina, faz uso da razão, dos argumentos, da procura da verdade - mas este é um privilégio de quem tem um púlpito e um séquito: o processo comunicacional desenrola-se num único sentido; uns falam os outros aplaudem. No fundo, um mecanismo pavloviano de estímulo-resposta; acenam a cabeça, anuindo, porém não sabem - pior, não querem saber - porque o fazem... A imagem é de um quadro intilulado Birthday Boy, de Eric Fischl (site oficial), que representa sugestivamente um certo modo de encarar a sexualidade...

7 comentários:

  1. Creio que não poderemos esperar da Igreja uma outra postura. Esta, a mim, não me surpreende.
    Gostei muito da forma como interpretaste o mecanismo discursivo e da imagem de Eric Fischl.
    Abraço,

    ResponderEliminar
  2. Eu ouvi as palavras do cardeal e tenho ouvido as opiniões dos candidatos à liderança do PSD e prefiro não comentar para não ser mal educado.
    Um abraço.

    ResponderEliminar
  3. Eu também li esta alarvidade e ouvi outras na entrevista da Constança Cunha e Sá...
    Vozes de burro...

    ResponderEliminar
  4. olá Luís, o que me "choca" não é o que os padres dizem; o que me choca é que haja pessoas que se comprazem em não pensar, mas tão-só ir alegremente com o rebanho. alienado... Abraço.

    ResponderEliminar
  5. olá special k, já me apeteceu comentar; o mais impressionante é a capacidade de dizerem sim e não ao mesmo tempo; parece assim que dizem alguma coisa, sem dizerem nada... disfarçam de ideias um enorme vazio de ideias... Abraço

    ResponderEliminar
  6. olá tongzhi... às vezes pergunto-me, será que algum dia, nem que apenas por segundos, chegaremos a ser uma sociedade civilizada?! Infelizmente não tenho grandes esperanças... Abraço.

    ResponderEliminar
  7. Infelizmente (ou melhor, sendo realista) essa sociedade só existe na cabeça de algumas pessoas... ou será que nem ai?...

    ResponderEliminar

Deixe o seu comentário. Tentarei responder a todos. Obrigado