terça-feira, 1 de abril de 2008

CONFISSÃO*

Sempre senti que estava a mais, mesmo quando exigiam ou ansiavam pela minha presença!
*Depois desta confissão, meus amigos, não me peçam mais nenhuma. Esta é a confissão definitiva! Post-Scriptum: aderi ao yogurt! adiram também, fico à vossa espera!

14 comentários:

  1. Ninguém é imprescindível mas as pessoas de bem nunca estão a mais.
    Um abraço e que este Abril passe depressa para ti.

    ResponderEliminar
  2. Ora aí está, eu, como sou uma pessoa de mal, sempre senti que estava a mais! :{

    Todos os meses são iguais; alguns piores...

    Abraço

    ResponderEliminar
  3. de mal ou de bem, sabes quando estás a mais? Sabes?
    Quando te fechas, quando não apareces nas jantaradas nem nas festas,etc,etc! Aí é que estás a mais!
    e temo que quanto mais te fechas, mais te sintas a mais! Por isso toca a andar, ah!
    Aquele abraço.

    ResponderEliminar
  4. não é essa a razão, não, josuué! logo, logo, você vai me ver! é uma questão matemática, se te importa saber. agora falta-lhe encontrar a função...

    abraço, ou vou ficar aqui devaneando...

    ResponderEliminar
  5. Apesar de não te conhecer pessoalmente não posso concordar contigo. Se não fosses pessoa de bem não farias parte deste meu círculo de amigos blogosféricos.
    :)
    Um abraço com um sorriso.

    ResponderEliminar
  6. Ó, rapaz... Como eu te compreendo... Abraço!

    ResponderEliminar
  7. ai ai, special k... estava brincando... não sei se sou uma pessoa de bem, se sou uma pessoa de mal... para umas pessoas serei uma pessoa de bem, para outra serei uma pessoa de mal... as the world goes... Abraço.

    ResponderEliminar
  8. olá rato do campo. finalmente alguém que me entende ;-) Abraço.

    ResponderEliminar
  9. Olha, sabes que mais? Tu não estás a mais, tu és é parvo!

    ResponderEliminar
  10. oh MDA, tu não percebes é nada de matemática! teorema, amigo, teorema! como no livro (e filme) do Pasolini; sim, aquele de "Uma Vida Violenta"...
    abraço, meu caro amigo!

    ResponderEliminar
  11. MDA, que comentário acertadíssimo!!!
    Um abraço a todos

    ResponderEliminar
  12. Calado, como sempre, não sabes estar calado! rai's'ta partam! Abraço.

    P.S. Quando chegas das Canárias?!

    ResponderEliminar
  13. E, pelo menos, também já fizeste alguém sentir-se a mais?

    ResponderEliminar
  14. não percebi o teu comentário, mafalda... ou é uma afirmação?

    ResponderEliminar

Deixe o seu comentário. Tentarei responder a todos. Obrigado