segunda-feira, 10 de março de 2008

rascunho encontrado num caderno abandonado #67

Do nosso passado restam
apenas algumas lembranças
guardadas em caixas, baús,
memórias há muito esquecidas,
palavras já sem significado
como o retrato de um antepassado
desconhecido, que nos olha
da parede, na casa da província
onde, de quando em quando,
reencontramos familiares e alguns
amigos de outros tempos,
da infância ou da juventude,
que foram ficando, sempre
com vontade de partir. Também
as memórias do nosso passado
são assim: momentos que quisemos
esquecer, mas foram ficando.
E nós, de tempos a tempos,
deparamo-nos com elas,
entristecemos alguns instantes,
pensamos nostálgicos num passado
e num futuro, que abandonámos.


rascunhos encontrados num caderno abandonado anteriores:
#1, #2, #3, #4, #5, #6, #7, #8, #9, #10, #11, #12, #13, #14, #15, #16, #17, #18, #19, #20, #21, #22, #23, #24, #25, #26, #27, #28, #29, #30, #31, #32, #33, #34, #35, #36, #37, #38, #39, #40, #41, #42, #43, #44, #45, #46, #47, #48, #49, #50, #51, #52, #53, #54, #55, #56, #57, #58, #59, #60, #61, #62, #63, #64, #65, #66,

7 comentários:

  1. Estes dias xoxos prestam-se a estes reviveres. Abraço!

    ResponderEliminar
  2. isso me traz uma certa nostalgia, como se eu me identificasse com suas palavras!

    abraço!

    ResponderEliminar
  3. passe no meu blog e verás que no mesmo dia 10/03/08 escrevemos textos muito semelhantes!

    coincidencias... elas sempre existirão!

    ResponderEliminar
  4. Recordar é viver, lá dizia a canção. Sempre há um sabor amargo-doce nas memórias. Nas boas e nas más. Sou um saudosista militante.
    abraço

    ResponderEliminar
  5. olá rato do campo, estes dias só prestam para isto mesmo... abraço.

    olá tuka; já li o teu blog... sim, coincidências; nada de impressionante, que em geral as pessoas têm todas uma certa atracção pela nostalgia... mais regular ou mais irregularmente, todos temos destes momentos, julgo... abraço.

    olá socrates dasilva, umas vezes dói outras reconforta... c'est la vie... abraço.

    ResponderEliminar
  6. Oi André, postei em meu blog este texto, e claro que dei seus créditos, espero que não se importe, mas é que me identifiquei demais com ele.

    Beijos

    ResponderEliminar
  7. olá Carolzita, antes de mais, bem-vinda ao meu blog, e obrigado pelo comentário; não há problema nenhum, posta os textos que quiseres! beijo.

    ResponderEliminar

Deixe o seu comentário. Tentarei responder a todos. Obrigado