quarta-feira, 27 de fevereiro de 2008

PERSUASÃO

- Sempre aceitaste investigar o caso? - perguntou inspector Intrigas. - Sim... - respondeu o velho detective particular. - O que é que te fez mudar de ideias tão repentinamente? - Ela foi muito persuasiva! - Persuasiva? O que é que ela te disse para te convencer?! - Absolutamente nada! - Nada?! Eu bem te avisei que ela é bastante persuasiva... - Bastante... - Quando entra na esquadra - começou Intrigas a contar - o silêncio e o seu perfume deixam-nos suspensos... Com olhar contemplativo e sonhador concluiu: que bela mulher! Também eu me deixaria persuadir - olhou com inveja para o amigo. - Mas eu nunca tive sorte com as mulheres... O que é que ela fez? - Apontou-me um revólver...

Cliquem no título!

4 comentários:

  1. Assim até me persuadia a mim. Um abraço

    ResponderEliminar
  2. oh! ela é muito convincente! não consta que homem algum não tenha caído perante a sua fúria! alguns ajoelham-se e imploram! mas, quando ela quer, todos tombam...

    abraço

    ResponderEliminar
  3. Adorei! Mas às vezes há apenas olhares que são mesmo puro armamento...:)

    ResponderEliminar
  4. Olá beija-flor,

    alguns olhares são armas de destruição maciça... abraço.

    ResponderEliminar

Deixe o seu comentário. Tentarei responder a todos. Obrigado