quinta-feira, 29 de novembro de 2007

Memorial às Vítimas de Intolerância*

Durante três dias (19, 20 e 21) do mês de Abril do ano de 1506, em, Lisboa, num processo que teve início na Igreja de S.Domingos, uma multidão em fúria, incitada por fanáticos religiosos, perseguiu, chacinou e queimou, em duas enormes fogueiras acesas no Rossio e na Ribeira, cerca de 2000 pessoas suspeitas de judaísmo, naquele que terá sido, porventura, o mais brutal acontecimento singular da história da intolerância em Portugal. Recentemente, um grupo de vereadores da C.M. de Lisboa avançou com a proposta de instalar na cidade, precisamente no Largo de S.Domingos, um «Memorial às Vítimas da Intolerância», monumento que seria evocativo do massacre de 1506, bem como de "todas as vítimas que sofreram a discriminação e o aviltamento pessoal pelas suas origens, convicções ou ideias". A deliberação final sobre essa proposta tinha sido inicialmente agendada para 31 de Outubro passado mas foi entretanto adiada «sine die», pelo que o Memorial a que ela se refere poderá mesmo... não vir a ser edificado de todo…! Entendendo que se trata de uma iniciativa de grande alcance simbólico - e que só peca por ser tardia, já que Abril de 2006, 500 anos decorridos sobre o acontecimento, teria sido a data ideal para o assinalar... - foi disponibilizada na «Internet» a petição que aqui vos venho agora convidar a subscrever. Subscrever petição. Saudações Republicanas e Laicas. *Correio da Associação Cívica República e Laicidade.

3 comentários:

  1. Parece-me justíssimo que a cidade tenha um memorial que evoque o acontecimento e sensibilize para a tolerância.
    Infelizmente, parece-me que esta iniciativa nasce de um rancor visceral contra a Igreja Católica. Ou seja, nasce contaminada do vírus que pretende combater. Por isso perde força...

    ResponderEliminar
  2. Tenho ideia de ter lido algo muito próximo disto no memorial do convento.

    Alguém me sabe dizer se isto é verdade ou se a história do saramago teve inspiração nisto?

    Obrigado.

    ResponderEliminar

Deixe o seu comentário. Tentarei responder a todos. Obrigado