terça-feira, 30 de outubro de 2007

whisky duplo sem gelo!* - ou - o efeito catártico...

whisky duplo sem geloTal como este, e por razões que têm o mesmo denominador comum, hojé é dia de ir beber um whisky duplo sem gelo, tantas vezes quantas as vezes necessárias para simplesmente não me lembrar de nada, já que esquecer não posso... No final desta história, cujo enredo por agora não vou contar - talvez um dia - ficaram estas palavras: Podia ter sido tudo diferente, nós podíamos estar juntos, eu não queria nada disto, mas tu é que fugiste!... (31/07/2004). Já não tão duras quanto aquelas em que supostamente tiveram origem... Venha o whisky duplo sem gelo! Se não for pela dor, que seja pelo álcool...
*Eu sei que o whisky da imagem tem gelo, mas não arranjei outra melhor, e não me queria repetir; se tiverem uma imagem melhor, um copo de whisky duplo sem gelo, é favor fazerem-na chegar à redacção deste tasco maníaco-depressivo, sem a fase maníaca... Obrigado!

Sem comentários:

Enviar um comentário

Deixe o seu comentário. Tentarei responder a todos. Obrigado