sábado, 6 de outubro de 2007

hoje acordei com vontade de ler Cecília Meireles...

Retrato*


Eu não tinha este rosto de hoje,
assim calmo, assim triste, assim magro,
nem estes olhos tão vazios,
nem o lábio amargo.

Eu não tinha estas mãos sem força,
tão paradas e frias e mortas;
eu não tinha este coração
que nem se mostra.

Eu não dei por esta mudança,
tão simples, tão certa, tão fácil:
— Em que espelho ficou perdida
a minha face?


*Título da Autora, Cecília Meireles. Mais sobre a autora aqui e aqui, p.e.

4 comentários:

  1. Obrigado!
    Um bom fim-de-semana para ti!
    :-)

    ResponderEliminar
  2. De nada!

    Um bom fim-de-semana também para ti!

    Abraço

    ResponderEliminar
  3. Escolheste um excelente poema da Cecília M.! Vou partilhá-lo.

    ResponderEliminar
  4. Eu sei que o pessoal é preguiçoso, mas se quiser mesmo ler Cecília Meireles tem de vir até aqui... não custa assim tanto, caramba!

    ResponderEliminar

Deixe o seu comentário. Tentarei responder a todos. Obrigado