quarta-feira, 11 de abril de 2007

quanto à licenciatura de José Sócrates...

"Há aqui um nítido conflito de interesses. Aos media interessa informar, a despeito de eventuais consequências. Ao governo importa governar, no pressuposto de que faz o melhor. Não se pode comer o bolo e ficar com o bolo. Portanto, uma de duas. Ou a entrevista de logo à noite do primeiro-ministro põe termo ao folhetim (entendendo por «termo» a extinção nas próximas 72 horas), ou ele deve apresentar a sua imediata demissão ao Presidente da República. (...) Acredito que Sócrates ganharia essas eleições." Eduardo Pitta, in. Da Literatura.

2 comentários:

  1. Acho que já ficou td mais do que esclarecido ontem! Houve uma altura que parecia uma caça ás bruxas... e pareceu-me que o nosso 1º até nem se safou nd (msm nd! ) mal!
    De td o modo, espero que se pare de brincar com a susceptibilidade das massas com este tipo de propaganda suja que, no fim de contas, parece que nos quer passar a tds um atestado de burrice... há coisa que têm, de facto, limites... trate-se de quem se tratar!

    ResponderEliminar
  2. Alguem me explica o que se passa?????????

    ResponderEliminar

Deixe o seu comentário. Tentarei responder a todos. Obrigado