quinta-feira, 15 de fevereiro de 2007

esperitadela aos blogs #2*

O Jornal de Notícias informa que a Juventude Socialista se prepara para reapresentar um projecto de lei que permita o casamento homossexual. O Renas e Veados deu conta desta gaffe: «O Código Civil, tal como está, refere que o casamento é entre pessoas do mesmo sexo. Os jovens socialistas propõem agora que seja retirada a menção ao "mesmo sexo".»
O Jornal de Negócios apresenta um estudo que conclui que para se ser feliz em Portugal são necessários no mínimo 10000 euros anuais. A média mundial é de 11500 euros. Eu sou infeliz. Pronto! Já está, não o queria dizer. Não quero passar um discurso de vitimização. Mas temos que ser frontais: sou infeliz!
Cavaco Silva pede «soluções de bom senso» na regulamentação do aborto! Sempre me intrigou isto de "bom senso": e qual é o bom senso? É o dele?
Nestas voltas pela blogosofera descobri alguns blogs, já adicionados à barra de links. Três de Trinta, por exemplo, para não estar aqui a escrever uma lista enorme. No Diário Ateísta, que visito diariamente, volta a falar-se do país dividido, num post interesantíssimo (curioso, esta palavra que agora aqui veio parar, para o meio de ateus, terminada em -santíssimo). Para lá de Bagdade fala-se de salazar, dos grande portugueses, e da infantilidade (ou será imbecilidade) de muitos portugueses (as letras minúsculas, onde supostamente deveriam estar maiúsculas, é para estar assim mesmo! porque há gente muito reles, ao nível do sub-solo). Por falar em gente rasca, no Pópulo, conta-se o seguinte: Um senhor que era director da REFER, foi «despedido» há menos de um ano e portanto recebeu uma indemnização de 210 mil euros; dois meses depois é contratado para o mesmo grupo. Há gente que se sabe governar, não haja dúvidas quanto a isso. Por fim, no Random Precision leia A Obra do Demónio, onde se fala dos idiotas que andam por aí a apregoar o criacionismo, e outras farsas do mesmo género. Antes de ir embora, passa ainda pelo Da Literatura, para uma última opinião.
*e jornais

Sem comentários:

Enviar um comentário

Deixe o seu comentário. Tentarei responder a todos. Obrigado