terça-feira, 5 de dezembro de 2006

Mais um excerto...

– Podia parar tudo... Ficarmos só nós os dois. Sós, no momento irreversível em que os nossos olhares se tocam... E tudo seria perfeito, seríamos felizes. – É impossível! – Diz-me. – Ambos o sabemos! – E, no entanto, real... – Talvez... – Quem quer que assim seja? – Pergunto-lhe. – Ambos! – Ou nenhum... – Replico. É um complicado jogo de probabilidades...
In, "Os Cadernos Secretos de Sébastian" (no prelo)

Sem comentários:

Enviar um comentário

Deixe o seu comentário. Tentarei responder a todos. Obrigado